Notícias

AICEP alerta para prática que alicia negócios fraudulentos

2017-07-20
E-mails com encomendas falsas, utilizando nomes de empresas de retalho alimentar são uma das mais recentes formas de fraude para a qual empresários com negócios internacionais deverão estar alerta.

Uma prática fraudulenta tem sido reportada dando nota que várias empresas têm recebido encomendas em nome de conhecidos retalhistas. As respectivas marcas têm estado envolvidas em contactos camuflados para a consumação dos negócios. Trata-se de uma fraude.


Os contactos fraudulentos têm sido feitos por e-mail, em nome de representantes de conhecidas cadeias de retalho. Esses e-mails são falsificados ou “camuflados” com grande minúcia, apropriando-se, além da designação e identidade da empresa, de dados fiscais, contactos ou da morada postal.

A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) alertou que esta tem sido uma prática reiterada e com efeitos que poderão representar prejuízos avultados e irreversíveis. A mesma entidade avança algumas práticas que deverão ser tidas em conta na altura em que um e-mail suspeito chega à caixa de correio eletrónico.

Assim, deverá ser validado o contacto diretamente com a empresa, desde logo verificando o domínio do endereço de e-mail do remetente. Os contactos das empresas deverão ser confirmados nos respetivos websites, para onde deverão ser pedidos esclarecimentos e confirmada a validade da encomenda fraudulenta.

Várias empresas, cujas marcas têm sido apropriadas indevidamente têm igualmente lançado alertas. Em caso de algum contacto deste género o mesmo deverá ser denunciado junto de entidades fiscalizadoras e anti fraude, no caso de Portugal, a Polícia Judiciária. O site do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), do Ministério Público, tem vários alertas e informações úteis.